Canguçu se consolida como terceira maior economia da região

Postado por Prefeitura Municipal de Canguçu , 15 de dez de 2010 02:59

Foto: Darci Ceron


Breve Histórico do PIB
De acordo com o critério de avaliação do PIB – Produto Interno Bruto, divulgado pela FEE, ainda em 2004, os números apresentavam um novo mapa na tendência de crescimento e aumento de riqueza na zona sul, apontando Rio Grande como a maior economia da região, seguido de Pelotas, Santa Vitória, Canguçu e São Lourenço.
Conforme a antiga metodologia, Canguçu era descrito como a quarta maior economia da zona sul, e assim como Santa Vitória e São Lourenço, tem na agricultura a sua principal fonte de economia e atividade, gerando renda, empregos, serviços e novas oportunidades de negócios.
Acompanhando e traçando uma radiografia da evolução econômica, os setores e as vocações econômicas dos municípios da região, em médio prazo, as tendências já apontavam também Canguçu como a terceira maior economia da região, sendo que, entre 2003 e 2004, dos três municípios, Canguçu apresentou o melhor desempenho injetando na sua riqueza R$ 65,4 milhões, seguido de Santa Vitória com R$ 57,2 milhões e São Lourenço do Sul, com R$ 46,5 milhões.

Terceira maior economia da região
Seguindo esta tendência, Canguçu hoje, com um PIB de R$ 484.586 milhões, se consolida como a terceira maior economia da região desde 2007, atrás apenas de Rio Grande (PIB – R$ 5.402.761), Pelotas (PIB – R$ 3.564.296).
Logo atrás de Canguçu vêm São Lourenço (PIB – R$ 483.616) e Santa Vitória do Palmar (PIB – R$ 405.030).
Em vez de depender só de grandes investimentos, dezenas de municípios gaúchos têm revertido a estratégia, buscando fórmulas simples, que geram crescimento em menor escala, mas sustentável. Este tem sido o grande diferencial de Canguçu, baseado na agricultura familiar, que através da autonomia dos seus produtores rurais, apresenta um persistente esforço de modernização e diversificação, enquanto que as práticas administrativas, através dos setores públicos e privados, captaram e direcionaram nos últimos dez anos, dezenas de milhões em investimentos, estimulando novos segmentos, adotando eficientes processos de apoio e assistência ao setor primário, adequando as propriedades para suas necessidades de infra-estrutura, produção e aumento de renda.

Canguçu:
- Está entre os 64 municípios que mais crescem no estado.
- Em 2003, estava inserido nos 16,7% dos municípios que mais cresciam no estado.
- Em 2007 estava entre os 10,8% dos municípios com crescimento acima da média do estado.
- Ocupava o 117º lugar no ranking por ordem do PIB – Produto Interno Bruto do Estado em 2000.
- Em 2002, avançou 4 posições ficando em 113º.
- Em 2003, passou para o 104º.
- Em 2004, passou para o 91º.
- Em 2005, ocupava o 90º lugar.
- Em 2006, já ocupa o 64º lugar, avançando 53 posições nos últimos 6 anos, permanecendo de acordo com os últimos números do PIB - 2008.
- A Renda Per Capita que era de R$ 5.232 em 2002 passou para R$ 8.703 mil e avançou 14 posições nos últimos anos, significando um crescimento em torno de 66% neste período..

Pela ordem, os cinco primeiros PIB da região, no ranking do Estado:
- Pelotas - 8º lugar no estado.
- Rio Grande - 4º lugar.
- Canguçu - 64º lugar.
- São Lourenço - 65º lugar.
- Santa Vitória - 80º lugar.



Produto Interno Bruto
Servindo de base para um diagnóstico mais preciso, quanto ao acompanhamento da capacidade de desenvolvimento, ano a ano, o crescimento do PIB – Produto Interno Bruto é a soma de todas as riquezas produzidas e tem sido uma das principais ferramentas de avaliação da saúde econômica do país, dos estados ou dos municípios. É um número produzido a partir de uma montanha de pesquisas e contas, realizado por importantes institutos como o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e FEE – Fundação de Economia e Estatística Siegfried Emanuel Heuser.

Observações

Todos os indicadores mostram a ineficiência da atração de investimentos. Não é isso que determina a renda pessoal ou a redução da pobreza - diz o economista da Fundação de Economia e Estatística (FEE) Carlos Paiva. Segundo Paiva, as cidades com as melhores taxas têm a economia baseada em pequenas empresas, usam a mão-de-obra e demandam produtos e serviços locais. Valorizaram quatro fatores: distribuição de renda mais equilibrada, educação, *empreendedorismo e qualidade de vida. A relação custo-benefício fica mais favorável.
Canguçu, assim como os municípios litorâneos e as áreas vizinhas a Canela receberam grande número de aposentados. É uma população que tem renda e a gasta na região. Acaba movimentando serviços, comércio e construção civil, além de não competir por vagas no mercado de trabalho.
As industrializadas, mas onde a riqueza não chega até o cidadão, são sede de empresas que compram equipamentos de fora, seus profissionais de salários mais altos não residem na cidade e o lucros e os impostos são enviados para outros locais.
O estudo é importante para a identificação de problemas e lacunas na evolução econômica do Estado, assim como para o traçado de estratégias, bem como para a formulação de políticas estaduais, regionais, municipais e locais. Utiliza a mesma metodologia desde seu início.
Serve de referência para a discussão das trajetórias econômicas dos municípios e regiões em diferentes fóruns acadêmicos e políticos, principalmente nos executivos e nas câmaras de vereadores dos municípios do RS, assim como nos meios de comunicação regionais e locais.

No valor da Produção Primária

Pela ordem, Santa Vitória do Palmar e Arroio Grande estão à frente de Canguçu na região, e têm na monocultura do arroz, a principal fonte econômica do município, apresentando um crescimento de 0,52% e 17,17% respectivamente, entre 2000 e 2005, contra 89,25% de crescimento de Canguçu, no mesmo período. Os municípios aguardam os novos números com base em 2008.


Fonte: Assessoria de Imprensa

0 Response to "Canguçu se consolida como terceira maior economia da região"

Postar um comentário